A melhor estratégia de Marketing.

Há milhares de anos atrás, nossos ancestrais aprenderam que deveriam se unir a outros membros da tribo para sobreviver.

Ninguém sobrevive às ameaças da vida sozinho. Nem antes, nem hoje.

Quando estamos falando de Marketing e queremos construir negócios de sucesso, temos que aproveitar desse viés que existe na mente dos seres humanos.

Mas falar de nós mesmos (no caso, o próprio negócio) é sempre complicado.

Porque leva a interpretações de que estamos recomendando o nosso benefício próprio.

E quando pessoas pensam que estamos pensando primeiramente em nós e não no benefício delas, então elas deixam de confiar no que dizemos.

Mas algo interessante acontece quando seres humanos se juntam.

Eles compartilham experiências entre si. Experiências que visam fortalecer o grupo e garantir a sobrevivência da tribo.

E quando compartilham experiências, falam de oportunidades e falam de ameaças.

Portanto, vamos assumir que o seu produto seja bom.

Vamos assumir que seu produto (ou serviço) realmente ajude pessoas a obterem um resultado tangível como a obtenção de um desejo ou a libertação de um problema que estão vivenciando.

Nesse contexto, quando a experiência que alguém teve com seu produto for positiva, ela será compartilhada com outro membro da tribo. Como uma forma de fortalecer a sobrevivência da própria comunidade.

A unica estratégia de Marketing que funciona não é inventar jogo de palavras criativos, ter um site bonito, uma logomarca colorida ou criar promoções mirabolantes…

…o foco deve ser em estimular que o “boca-a-boca” das pessoas que tiveram contato com seu negócio para outros membros da “tribo” que essa pessoa faz parte.

É por isso que redes sociais online são tão importantes para o marketing de hoje.

Porque nelas podemos estimular e encorajar pessoas para que falem do nosso negócio pras outras.

E quando essa experiência positiva é compartilhada, você vai perceber que não existe melhor forma de marketing do que uma conversa autêntica e despretenciosa entre 2 (ou mais) membros de uma tribo.

Claro! Para poder estimular esse compartilhamento de experiências você vai precisar ter um bom produto, uma boa marca e, principalmente um bom motivo para o seu negócio existir.

Se você tiver isso, então o tal “boca-a-boca” levará você e seus negócio às alturas!

E se esse artigo te ajudou a ter mais clareza sobre isso, então deixe seu comentário abaixo e aproveite para compartilhar o texto com a sua tribo através dos ícones das redes sociais que estão logo abaixo.

Sucesso!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorNão siga regras. Faça arte.
Próximo artigoCarta #2 ao Dono do Negócio: Por favor, não me roube!
Tinha 13 anos de idade e já trabalhava dando aulas de violão clássico. Nos + de 20 anos seguintes, Rodrigo se graduou em Engenharia pela UNICAMP, fez 2 MBAs em algumas das melhores escolas de negócios do mundo e foi Executivo de Gde Empresas. Aos 29 anos decidiu largar sua carreira porque percebeu que não estava seguindo sua verdadeira missão. Hoje, Rodrigo se dedica a ajudar seus clientes e seguidores a descobrirem quem realmente são, a trabalharem com sua missão de vida, a fazerem o que gostam e a quebrarem as regras que impedem que conquistem sucesso, felicidade, qualidade de vida e, claro, liberdade financeira.

18 COMENTÁRIOS

  1. falo muito isso com minha esposa, já fizemos varias formas de divulgação da empresa, ela tem um curso de inglês ( FOCO CENTRO DE ENSINO), e vimos que os clientes que vem até a gente para fazer o curso, são pessoas que indicaram , alunos que já fazem aulos , ai falei com ela , pare de colocar outros tipos de propaganda, tudo bem que Quem não é visto não é lembrado né, mas o famoso boca boca passa uma credibilidade para empresa de uma tal maneira, que os alunos já entram sabendo da qualidade de ensino que o curso oferece!
    Obrigado Rodrigo!

  2. O bom e velho “boca a boca”, ainda insubstituível! Trabalho com teatro e desde que surgiu o cinema e depois a TV, preconizam a morte do teatro, que contra todos os prognósticos continua, se não forte, ao menos firme. A questão é se adaptar as novas tecnologias e linguagens. No marketing digital, como vc tão bem colocou, fazer uso das redes sociais é fundamental, pois nada substitui o “estar junto” e fazer parte de uma tribo. Bela matéria, Antonangelo.

    • Obrigado Nanaia.
      Excelente e enriquecedor o seu depoimento.
      As coisas que realmente importam não mudam, não é mesmo?
      Por isso o teatro sempre continuará firme e forte!
      Por isso o “boca-a-boca” nunca morrerá.
      Abraços e sucesso

  3. Muito bem colocado meu amigo! Desde que comecei a empreender sempre fui muito adepto dessa teoria do boca a boca. Sempre que posso faço esse marketing, solicitando para meus clientes que gostaram de nossos serviços, para indicarem nosso trabalho para os demais amigos e outras empresas. Em troca procuro retribuir da mesma forma, indicando para clientes e amigos os produtos ou serviços de meus clientes. Vem dando muito certo até o momento. Abraço.

  4. Muito bom! De forma simples e objetiva, pois o MKT é sem dúvida encantador , mas os termos usados para muitos ,parece grego, mas da forma como foi colocado, ficou fácil o entendimento.
    Parabéns!
    Andréa Barros
    Graduada em Marketing

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here