Fingir quem não é. 

Desde pequenos ouvimos de nossos pais que não devemos fingir sermos algo que não somos. 

Mas será?

Nosso cérebro não sabe distinguir real de imaginação. Por isso temos tanto medo de filmes de terror.

Então se você deseja ser feliz e ainda não é, comece fingindo que é.

Se deseja ter sucesso e ainda não o tem, finja ser bem sucedido.

Se deseja ser melhor marido, esposa, pai ou mãe. Finja ser.

Tem uma frase em inglês que diz:

“fake it until you make it”.

Ao fingir o tempo todo, o seu cérebro vai aos poucos acreditando que você é o que finge ser ou que está em determinado estado que finge estar.

O seu hábito de fingir levam sua mente a acreditar até o ponto em que você se torna.

Finja ser ou sentir o que quiser, ainda que inicialmente ache que isso não vai dar certo.

“Fake until you make it” de maneira consciente e principalmente para si mesmo a fim de fortalecer sua autoimagem e para o seu próprio crescimento pessoal!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorTraição interna
Próximo artigoOnde está a sua voz?
Tinha 13 anos de idade e já trabalhava dando aulas de violão clássico. Nos + de 20 anos seguintes, Rodrigo se graduou em Engenharia pela UNICAMP, fez 2 MBAs em algumas das melhores escolas de negócios do mundo e foi Executivo de Gde Empresas. Aos 29 anos decidiu largar sua carreira porque percebeu que não estava seguindo sua verdadeira missão. Hoje, Rodrigo se dedica a ajudar seus clientes e seguidores a descobrirem quem realmente são, a trabalharem com sua missão de vida, a fazerem o que gostam e a quebrarem as regras que impedem que conquistem sucesso, felicidade, qualidade de vida e, claro, liberdade financeira.

6 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia Rodrigo ! E obrigada por seus artigos, gosto muito da forma como comunica seus pensamentos tão abertamente e da forma exagerada que expressa com tanto sentimento. Parabéns !
    Amei o texto acima, concordo plenamente: afinal a Bíblia já ensinava desde muito tempo: “Regozija-vos sempre no Senhor, outra vez vos digo, regozijai-vos” ! Filipenses 4:4. Quando lia esse versículo eu pensava “mas como vou me alegrar se não estou com vontade ? estarei sendo falsa comigo mesma !”. Só que eu não sabia, eu não preciso ser levada pelas minhas emoções, posso dominá-las, ou seja, posso escolher meu estado de alma. Posso escolher afundar em mágoas e ficar ali, ou me cansar de lamber feridas, e escolher dar a volta por cima, decidir crer no que Deus diz a meu respeito, e vencer a mim mesma, vencer as minhas emoções. Emoções são muito vulneráveis, hoje estou feliz e amanhã estou chorando, enfim, não posso confiar nelas. Devo confiar em algo concreto, então decidi crer no que Deus diz a meu respeito, e Ele diz que me ama, que me perdoou e posso viver a vida abundante que seu filho Jesus viveu aqui na terra, diz também que sou mais que vencedora em Cristo Jesus, que não me colocou por calda e sim por cabeça, que eu faço parte de um sacerdócio real, de uma nação santa, de um povo de propriedade exclusiva de Deus. Então posso estar feliz em qualquer circunstância e não deixar me abater e ser levada pela onda da ansiedade e preocupação. Posso ficar firme, por saber em quem tenho crido e que Ele é poderoso para fazer infinitamente mais além do que tenho pensado, pedido ou crido. Enfim, não estou fingindo ser quem não sou, estou, na verdade, ensinando ao meu cérebro (mente) entender o que Deus fez em meu espirito (meu verdadeiro eu). Ele me mostrou que sou especial, tenho dons, talentos e que nasci com um propósito, não nasci por acaso, nasci para ser útil as pessoas. “Assim, quem está em Cristo, nova criatura é. As coisas velhas passaram, e tudo se fez novo.” II Corintios 5:17″. Jesus disse: ” Quem não se tornar como uma criança, não entrará no Reino dos Céus”, esse versículo nos leva a pensar sobre muitas coisas, mas a que quero salientar aqui é que, uma criança crer em tudo, tem muita fé, não existem pedras de incredulidade, para uma criança não há barreiras, se você disser a ela que pode voar, ela acreditará, se disser que ela tem poderes, também será muito fácil para ela se sentir poderosa, é a brincadeira do faz de conta que acaba se tornando muito verdade em seu coração e ela acabará vencendo a todos os seus limites. Creiamos no que Deus diz, aff, eu teria muito mais pra falar, mas tenho que voltar aos afazeres, grande abraço !

    • Fico muito feliz com sua mensagem, Jucy.
      O nome desse site é “O Sucesso começa com uma decisão”.
      Portanto, temos o poder de decidir no que acreditar, como queremos nos sentir e assumirmos uma postura vitoriosa para nos tornarmos vencedores.
      Fingir quem não somos é uma forma de provocarmos uma transformação de dentro pra fora.
      Acreditando que essa “força maior” que chamamos de Deus está dentro de nós.
      Obrigado pelo comentário.
      Abraços e sucesso!

  2. Rodrigo estou começando a trilhar esse caminho, onde antes tempo eu não tinha nem noção do que se tratava, após ler muito vejo uma luz
    e que sou capaz de obter êxito, no que escolher fazer, muito bacana e especial , o que está fazendo , pode ter certeza que está sendo de muita valia , espero em breve estar comunicando meus resultados,,, e lhe agradecer ainda mais .
    Aqui vai um abraço e um obrigado.

    • Olá André, obrigado pelo comentário.
      Quero que você veja que essa luz é mais forte do que imagina. Sinta-se sento tomado por essa luz e continue em frente!
      Se desanimar, tiver dúvidas, ou quaisquer outros problemas, basta entrar em contato na aba “Entre em Contato” no menu superior do blog, ok?
      Abraços e sucesso!

  3. Caro Rodrigo
    Sabemos que essas máscaras que aprendemos, ou melhor, fomos obrigados a usar desde a mais terna infância, nos defendem do “mundo hostil”, mas por outro lado nos cegam da verdadeira realidade. Se você aplica o “Fake it until you make it” com baixo nível de consciência, você estará materializando possíveis disfuncionalidades.
    Por isso Eu digo: “Cuidado com teu Pensamentos, porque eles podem te levar ao Píncaro da Glória, ou ao mais Profundo Inferno”
    Abraços

    • Muito bom Guido. Concordo que devemos ter cuidado com nossos pensamentos.
      Aliás, uma ressalva muito importante!!!!

      O problema é quando pessoas tem uma autoimagem limitadora.
      A minha proposta é aplicar o “fake until you make it” com alto nível de consciência para que possamos melhorar a autoimagem que temos a fim de obtermos melhores resultados em nossa vida.
      abraços e obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here