Sucesso ou Fracasso? Não importa!

Vivemos dando rótulos a tudo o que fazemos.

Rótulos são atalhos conceituais que damos a determinadas coisas.

Assim como quando damos apelidos para amigos: “o Gordinho”, “o palhaço”, “o confiável”, “o inteligente”.

O problema é que rótulos são maneiras de engessarmos coisas na nossa mente.

Como se pudéssemos congelar nossa forma de olhar pra determinadas coisas.

Tá bom, vou ser mais específico.

Que tal falarmos dos rótulos que damos aos resultados das nossas ações?

Toda ação gera um resultado e todo resultado recebe um rótulo.

Quando estamos falando dos resultados das ações nos negócios estamos falando de basicamente dois rótulos: sucesso ou fracasso.

E a todo momento estamos rotulando o resultado de determinada ação como se fosse uma réplica da eterna busca do bem contra o mal, da luta da luz contra as trevas…

Só que no mundo dos negócios criamos a luta irracional entre o sucesso e o fracasso.

Tem um problema muito sério nisso.

Sucesso ou Fracasso são 2 conceitos tão abstratos quanto o conceito de felicidade.

Sucesso ou Fracasso é um vício mental nocivo. Conceitos que não devem ter importância para aqueles que desejam atingir seus objetivos.

O que devemos fazer é tratar os resultados como resultados. Ponto.

Porque resultados são passíveis da nossa análise.

Resultados podem recebem a nossa reflexão que sempre traz consigo a dádiva do aprendizado.

Pense nos resultados das ações do seu negócio como o suco contido em uma laranja.

Ter a laranja não basta, é preciso a sua ação de espreme-la.

Assim como ter resultados não basta, temos que agir para analisá-lo.

O “suco” das suas ações são os Resultados.

Se esses Resultados são bons, não os rotule como “sucesso” mas sim como um algo que também merece carinhosa análise para gerar um novo aprendizado que nos levará a resultados ainda melhores (caso contrário corremos o risco que eu falei nesse ARTIGO).

Se os resultados são ruins, ótimo! Há uma (ou várias) nova lição a ser aprendida!

Analise o resultado, suas possíveis causas e procure fazer novamente porém de maneira diferente.

Ações, resultados e aprendizado podem fazer parte de um ciclo sem fim que certamente vai levar você aos seus objetivos.

Existe um poder infinito nas ações seguidas de resultados que são analisados para gerarem novas e melhores ações.

Se existe um verdadeiro milagre é essa nossa capacidade acordar num novo dia e tentar outra vez porém de maneira melhor.

Sucesso ou Fracasso são tão efêmeros como ar. O aprendizado adquirido a partir de ambos é algo que levamos conosco e que para sempre irão influenciar a obra que deixaremos pra eternidade.

E você, ainda pensa em termos de sucesso x fracasso?

Você tem alguma história de aprendizado a partir do que chamamos “fracasso” que gostaria de compartilhar conosco?

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe esse artigo com pessoas que você acha que irão apreciar!

14 COMENTÁRIOS

  1. Olá RODRIGO T. ANTONANGELO !
    Estou caminhando com muita luta para o 4º semestre em Gestão Comercial numa Faculdade pública, no final do 3º semestre, me aconteceu algo um tanto trágico rsrsrs, vou dar uma resumida:
    desde de o início do curso foi formado um grupo para fazer os trabalhos dados pelos professores certo, então chegou o memento de conversarmos sobre o tema do trabalho, um integrante do grupo já tinha o trabalho todo pronto ( essa pessoa já havia começado o curso anteriormente más desistido, e voltou a fazer o curso novamente, por isso tinha o trabalho pronto ), então todos do grupo concordaram e ficamos de estudar o trabalho para apresentá-lo no final e deu certo, ok.
    No 2º semestre todos os outros integrantes do grupo desistiram do curso, menos eu e a pessoa do trabalho citado acima, no decorrer do curso continuamos juntos e entraram outras pessoas no grupo, a pessoa citada acima sempre se fazia de boa (o) amiga (o) dizendo não se preocupa com isso não faz suas coisas eu entendo que sua vida é corrida, tudo bem, mesmo assim eu ainda fiz minha parte ( uma pequena parte más fiz ), tudo bem , estudei o trabalho e apresentamos, deu tudo certo.
    No 3º semestre continuamos juntas (os) e entraram outras pessoas no nosso grupo, e então, começa a falsidade ou seja, a máscara caiu literalmente, a pessoa começa a mostrar quem realmente era de verdade, o professor dava as coordenadas para o trabalho e ninguém falava nada, não me passavam minha parte, e sempre, a tá tudo certo não se preocupa não o trabalho tá quase pronto, mesmo assim colaborei com uma pequena parte, pois nunca me deixavam ver como ficou o trabalho, ou seja egoísmo total. Eu não sei se o erro foi meu, pois sou uma pessoa muito tímida e com uma dificuldade enorme de me comunicar de me expressar, então eu esperava que eles, os integrantes do grupo separasse a parte de cada um, como uma equipe de verdade, pois eles sabiam da minha dificuldade.
    Pois então, para resumir aconteceu o seguinte:
    No final do 3º semestre ou seja na última semana do curso, quando nós deveríamos ensaiar para apresentação do trabalho, esses indivíduos me chamam em uma sala, eu pensando que iríamos ensaiar, simplesmente um deles vira pra mim e diz, nós vamos tirar seu nome do trabalho porque você não fez nada, você não se interessa por nada, kkkkkk trágico não…
    Eu fiquei sem ação sabe, simplesmente eu disse: Tudo bem pode tirar meu nome do trabalho se vcs acham que isso é certo, o qu^que eu posso fazer né, e quando olhei para cara daquela (e) que eu pensei que fosse minha (o) amiga (o) que me companhou e sabia da minha dificuldade desde o início do curso, comecei a chorar, pois sou emotiva mesmo, e achei essa atitude, de um egoísmo tão grande uma frieza sem tamanha, por que eu acho que eles podiam chegar em mim e conversar, tentar me ajudar de alguma forma pois, eles sabiam que eu faria tudo por esse trabalho para que desse tudo certo.
    Enfim, eu tive que fazer um trabalho de 1 semestre em apenas uma semana para não ser reprovada na matéria, e isso, me prejudicou muito nas outras matérias.
    Eu não vou desistir desse curso jamais, não sei como vai ser na sala de aula olhar pra cara desses indivíduos e criar forças para não desistir, simplesmente eu me afastei deles não sei como vai ser mesmo, pra mim uma situação bem difícil, Graças a Deus que pelo menos a maioria do pessoal da sala demonstraram total apoio comigo.
    Consegui fazer o trabalho em uma semana e passei nesta matéria graças a Deus.
    Com isso eu aprendi o seguinte:
    que muitas vezes que aparenta está nos ajudando, na verdade está nos prejudicando, e devemos ficar atento a isto a todo momento, pois nem sempre quem ti ajuda quer o seu bem.
    E agora meu lema é esse: É melhor ser o pior entre os melhores, do quê ser o melhor entre os piores.

    • Olá Danielly, o importante é que você aprendeu uma lição.
      E isso só acontece quando estamos realizando, trabalhando, fazendo.
      Procure perdoar as pessoas e a si mesma para que possa se libertar de sentimentos negativos.
      Assim você pode seguir o seu caminho de crescimento com menos peso. Com maior liberdade.
      Abraços e sucesso.

  2. Olá Rodrigo, estou recebendo seus e-mails, acho os artigos muito inteligentes, atualmente estou na luta para o mercado de trabalho, desde muito jovem sempre gostei de estudar, me formei em nível médio e também técnico em uma escola técnica estadual da minha cidade, fiz o curso de administração, quando acabei em 2010, no ano seguinte 2011 ingressei em uma boa faculdade a graduação de Engenharia de Produção, atualmente faltam um ano para eu me formar , e estou agora na luta por estágio e depois trabalho, os artigos tem me dado muita força para aprender e ser determinado, te agradeço, são dicas muito valiosas, conhecimento nunca é de mais. Um abraço.

    • Olá Paulo, obrigado por acessar os artigos e por deixar seu comentário.
      Também sou Engenheiro de formação e acabei enveredando para a psicologia, marketing e negócios.
      Quanto à sua luta pelo mercado de trabalho, faço votos que você consiga um bom emprego. E se tiver dúvidas sobre o mercado ou quiser me enviar suas questões saiba que estou por aqui pra te ajudar, ok?
      Abraços,

  3. RODRIGO,VEJO QUE É UM EMPREENDEDOR E TANTO,ME DI\Z UMA COISA UMA PESSOA TEM UMA CASA ALUGADA,FAZ 3 ANOS QUE A PESSOA NÃO ADMITE AUMENTO,MAS QUEM ALUGA NÃO PODE DAR AU LUXO DE PERDER O INQUILINO,O QUE ESTÁ PESSOA PODE FAZER PARA DAR A VOLTA POR CIMA E AUMENTAR,POIS ESTAS PESSOAS ESTÃO USANDO DE SACANAGEM EU ACHO,TUDO AUMENTOU NO BRASIL E NÃO AUMENTOU O ALUGUEL,PODE AJUDAR?GOLPE DE MESTRE?

    • Olá Mariska, acredito muito na força do diálogo transparente e honesto.
      Acho fundamental um bate-papo com o inquilino para que ele entenda que um aumento é necessário frente a inflação do período.
      Se o diálogo não funcionar, é preciso ver se os aumentos estão previstos no contrato de aluguel entre as partes.
      Não sou advogado mas acredito que haja meios legais para isso.
      Mas como manter o inquilino é uma meta importante na negociação, acredito que o diálogo (presencial) é fundamental.
      Espero ter ajudado.

  4. Desejo uma boa semana a todos!
    O que eu considero sucesso no meu trabalho? No final de cada evento, é perceber meu cliente e seus convidados satisfeitos. No entanto não depende só de mim esse sucesso, inclusive do próprio cliente e da minha equipe.
    Para que eu tenha sucesso preciso de muita organização.
    Já aconteceu um Evento que considerei um fracasso pelo não cumprimento da parte do cliente.
    Organizei uma festa do dia das mães em uma escola para uma faixa de 100 pessoas, entre mães e filhos crianças.
    Deixe minha equipe no evento, fui em casa descansada.
    Quando voltei no meio do evento encontrei um verdadeiro caos.
    A dona da festa furiosa, diminuindo minha equipe. De cara percebi que haviam umas 300 pessoas. Assumi o comando, o buffet estava bem caprichado isso não foi o problema, mas as pessoas querendo serem servidas ao mesmo tempo.
    No final, a cliente não admitiu que haviam pessoas a mais, eu na hora não pensei, era somente contar as mesas que ela havia acrescentado.
    Conclusão dei todos os descontos possíveis, me desculpei. Contornei a situação.
    Hoje além do contrato, anoto tudo que o cliente deseja, me respaldo com e-mails trocados e principalmente, quando não posso estar presente deixo sempre um responsável que me mantém informada.

    Agora pensar no resultado seja ele positivo ou negativo me dá a oportunidade de superar a cada dia e melhorar ainda mais meus resultados.
    Obrigada Rodrigo.

    • Pois é Rose, acontece dessas coisas mesmo.
      O cliente muitas vezes esquece de que ele também tem obrigações e não somente direitos.
      O episódio parece ter realmente gerado um aprendizado.
      Muito bom! Bacana que você percebeu também que nós sempre aprendemos, mesmo quando o resultado é positivo.
      Abraços e sucesso!

  5. Surpreendeu-me… Há um paradigma em que sucesso é só aquilo que nós vemos e deu certo. Principalmente no âmbito financeiro. A pergunta mesmo é? O que eu devo fazer para ficar alinhado com o meu objetivo de vida?

    • Muito bom, Pólio.
      Não devemos olhar só pro que dá certo, mas para o aprendizado que nossas ações nos trazem.
      Para ficar alinhado com seu objetivo é preciso se autoconhecer. É preciso saber o que você quer, o que não quer e principalmente qual é a obra que você quer deixar para o mundo!
      Abraços e sucesso!

  6. Olá, Rodrigo!

    Penso que nos dias de hoje é muito fácil nos sentirmos frustrados.

    É preciso treinar nossas mentes para reconhecer cada avanço, pois até os menores são importantes!

    Boa semana, obrigada pelo texto!

    att.

    • Exato, Deborah.
      Não olhe para o quanto falta. Olhe para o quanto você já caminhou.
      O passo mais importante você já está dando que é a consciência de que é preciso treinarmos nossa mente.
      Abraços e obrigado pelo comentário.

  7. Rodrigo, bom dia, excelente semana para você.
    Quando penso sucesso, penso em atingir objetivos finais. Digo assim porque existem os intermediários, que vamos passo a passo atingindo. Ninguém atinge o alvo no primeiro tiro, certo?
    Mas conseguir empunhar e atirar podemos considerar um sucesso.
    O sucesso está em cada realização de uma ação, que virão uma após outra e sempre assim sucessivamente.
    Então o crescimento está relacionado à determinação, disciplina e ação?

    • Olá Celuza, excelente semana pra nós!
      Obrigado pelo comentário.
      Acredito que é importante comemorarmos cada pequeno objetivo e não somente o objetivo final.
      Sucesso é um estado de espírito e não um determinado resultado final.
      Conheço pessoas que atingiram objetivos (e superaram os mesmos) mas que são infelizes e se sentem como verdadeiros fracassos.
      Importante é a mentalidade de que estamos fazendo o nosso melhor e trabalharmos pelo nosso crescimento.
      Sucesso, pra mim, está relacionado a estar fazendo aquilo que viemos fazer no mundo.
      É estamos conectados com quem realmente somos e com o que realmente queremos construir no mundo.
      E passa por determinação, disciplina e ação.
      Afinal de contas, sem ação nada acontece!
      Abraços e ótimo falar contigo por aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here